Newsletter LARUS: Para receber o newsletter do instituto Larus, preencha os campos ao lado.  
   

Olá Amigos e Amigas do Larus......     É muito bom registrar suas visitas em nosso Site.                         Ajudem-nos a aprimorar este site, enviando sugestões e comentários......                  Aproveitem para ler notícias e artigos.....             É preciso conhecer a Natureza para defender a Vida, porque....  Ninguém Preserva o que não Conhece.  

 
     
 
»  - 16/01/09

O delicado balanço ácido do oceano pode estar sendo ajudado por uma fonte inesperada, excreção de peixe.

O aumento em dióxido de carbono na atmosfera não apenas leva ao aquecimento global, mas também aumenta a quantidade de CO2 dissolvido na água do oceano, tendendo a torná-lo mais ácido, potencialmente uma ameaça para a vida no oceano.

Químicos alcalinos como o carbonato de cálcio pode ajudar a balancear esse ácido. Cientistas pensavam que a fonte principal para esse processo eram as conchas do plâncton, mas eles ficaram surpresos com quantidades maiores que o esperado de carbonato no topo do nível das águas.

Agora pesquisadores liderados por Rod W. Wilson da Universidade de Exeter na Inglaterra relataram na revista Science que peixes marinhos contribuem entre 3 e 15% para o total de carbonato.

E a contribuição pode ser ainda maior, disseram os pesquisadores.

Eles relatam que peixes ósseos, um grupo que inclui 90% das espécies marinhas, produzem carbonato para eliminar o excesso de cálcio que ingerem na água do mar. Isso se transforma em cristais de carbonato de cálcio que os peixes eliminam.

O processo ocorre separadamente da digestão e da produção de fezes, disseram os pesquisadores.

Fonte: Estadão Online

Voltar
 
Jul 2016, 21
Jul 2016, 14
Jul 2016, 13
Mai 2016, 06
Fev 2016, 11
[+] mais artigos
 
home  |  o larus  |  notícias  |  artigos e publicações  |  projetos  |  contato
Copyright 2007 © Instituto Larus - Todos os direitos reservados.
Design & Code: Floripa 360°